5 dicas para um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional


Atualmente, o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional pode parecer um desafio quase impossível de alcançar. Os meios tecnológicos fazem de nós trabalhadores sempre disponíveis. A pressão por resultados é cada vez maior. A competitividade incentiva a que se trabalhe mais horas.


Em acordo com uma pesquisa da Harvard Business School, 94% dos profissionais relataram trabalhar mais de 50 horas por semana e quase metade disse que trabalhava mais de 65 horas.

Os especialistas reforçam: o stress decorrente do dia de trabalho sem fim tem impactos negativos nos relacionamentos, na saúde e felicidade geral.


Estando certa de que este conceito de equilíbrio difere de pessoa para pessoa, gostaria de lhe deixar 5 dicas para um melhor equilíbrio entre a vida pessoal e profissional:



1. Desligue.



Sabia que as notificações por telefone interrompem o seu tempo livre e são uma das causas para o aumento dos níveis de stress? “Há momentos em que deve apenas desligar o telefone e aproveitar o momento”. Quem o diz é Robert Brooks, professor de psicologia na Harvard Medical School e coautor de The Power of Resilience: Achieving Balance, Confidence and Personal Strength in Your Life.

Portanto, siga o conselho do autor e não envie mensagens de texto no jogo de futebol do seu filho ou e-mails de trabalho enquanto estiver com a família. Faça com que o tempo de qualidade seja um verdadeiro tempo de qualidade.


2. Exercite-se.






Mesmo para quem não é um atleta ou mesmo se está fora de forma, um pequeno exercício pode ser muito útil para controlar o stress. Reserve alguns blocos de tempo de cada semana ao exercício: caminhada, corrida, yoga, pilates, … uma atividade que seja para si prazerosa.

Porque a atividade física ajuda a aumentar a produção dos neurotransmissores de bem-estar do cérebro, as endorfinas, reduz os efeitos negativos do stress e melhora o seu humor. E quando assim é está a cuidar de si. Não é egoísmo. É uma necessidade.


3. Respeite os seus ritmos e os seus limites





Um dia possui um número finito de segundos, minutos e horas. Existe um limite para o que podemos consumir e produzir!

Fazer mais coisas num só dia significa que, muito provavelmente, realizamos muitas coisas que são pouco importantes, tendo estas tarefas um impacto emocional em nós, que se pode traduzir em ansiedade, stress, frustração… …

Viver sem limites enfraquece-nos! Conduz-nos à exaustão, fadiga, deixando-nos sem energia para nos dedicarmos ao que é realmente importante.

Ao fixarmos limites estamos a limitar o nosso foco e, quando assim é, a nossa atenção flui para onde está o foco.



4. Realize uma tarefa de cada vez.





Como escrevi aqui, o multitasking é a grande tentação do século. Na era da digitalização, conetividade, somos “empurrados” a fazer várias coisas ao mesmo tempo. O que desconhecemos é que o facto de estarmos a executar várias tarefas ao mesmo tempo, de forma constante, tem repercussões na prestação do nosso cérebro e na nossa prestação cognitiva.

Os estudos demonstram que quando nos concentramos numa tarefa de cada vez a eficiência cerebral e o nosso desempenho melhoram.

Assim, organize o seu dia de forma que a sua mente esteja focada numa tarefa apenas de cada vez. Determine blocos de tempo para concluir cada tarefa de forma separada, com pausas curtas entre elas. Reserve tempo para eventuais imprevistos que possam surgir ao longo do dia.


5. Faça uma gestão consciente do seu tempo





O que é mais importante na sua vida?

A resposta a esta questão irá variar de pessoa para pessoa. As minhas prioridades não serão certamente as suas e está tudo bem. O que não está bem é agir em função das prioridades das outras pessoas e não das suas.

Tenha em conta que o volume de informações às quais estamos expostos diariamente pode colocar em causa a nossa capacidade de pensar com clareza e tomar decisões sábias sobre o que é realmente importante.

Ao reagirmos a esses estímulos de forma irrefletida, não conseguimos alcançar os objetivos mais importantes da nossa vida profissional e pessoal.

Por isso, reflita sobre as suas prioridades.

A partir daqui é muito mais fácil planear o seu tempo com vista ao seu equilíbrio.


Desafie-se!











Sofia Pereira


Fundadora da Academy4you e da Academia pais Sem pressa e autora do conceito de "Gestão Consciente do Tempo".

Presidente do Slow Movement Portugal.

Distinguida com o Selo Slow Coaching, pelo Slow Movement Portugal. É a primeira e única profissional com esta distinção, em Portugal.

Certificação Internacional em Coaching Neurolinguístico. Educadora parental em Disciplina Positiva, certificada pela Positive Discipline Association – EUA. Certificação em Inteligência Emocional e Social. Professora de Mindfulness e meditação. Formadora certificada. Experiência em Coordenação de equipas. Experiência como Docente no Ensino Superior. É licenciada em Serviço Social, Pós-graduada em Análise e Intervenção Familiar, pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Coimbra.




Vai querer continuar a viver entre o passado

e o futuro ou escolhe viver o agora?



Para si que não gosta de viajar sozinho e quer ser conduzido nesta viagem da Gestão Consciente do Tempo.


Saiba mais aqui!


68 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo